<$BlogRSDURL$> comendo sandy

This page is powered by Blogger.

eles comeram!

JOHNNY
PAULO

Saturday, April 24, 2004
  Comi a Sandy sem camisinha


Ela estava bem mais magra do que a última vez que a tinha visto. Talvez
excesso de trabalho, talvez culpa das farras a que não estava acostumada
antes quando começamos a namorar ainda na adolescência. A sua magreza
no primeiro momento me espantou, mas depois passei a enxergar o quanto sensual
a Sandy ficara com as cadeiras marcadas por aqueles ossos que apareciam, a cintura
se afunilara e os peitos que antes não demonstravam tanta volúpia,
agora saltavam aos nossos olhos, desafiadores. Aquela blusa vermelha de tão
curta exibia não apenas o umbigo fundo, como também boa parte
do tronco e costas. Quantas vezes eu não enfiara minha língua
dentro do seu umbigo e ela soltava risinhos nervosos de tesão? E a minha
língua descia do umbigo para o colo e do colo para a sua bucetinha rosada,
que inchava e exalava um cheiro doce de buceta de menina colegial.


Ela veio em minha direção e me abraçou, de perto pude
notar as olheiras. Comentei da sua demora e ela ignorou solenemente as minhas
palavras, nada disse, cantou em meu ouvido uma canção que falava
de espaço e tempo e fazer amor com você. Entendi o recado e imediatamente
o meu pau deu sinal de vida. Ali onde eu estava não havia como disfarçar
a ereção involuntária. Arrastei Sandy pelo braço
e entramos no banheiro feminino. Por sorte nenhuma mulher estava fofocando com
a amiga ou retocando o batom naquele bar da moda.


Dentro do boxe arranquei a blusa da Sandy, chupei os mamilos entumescidos,
ela gemia alto e para abafar os seus gritos enfiei de uma vez a minha pica em
sua boca, ela sabia chupar como ninguém, chupava toda a extensão
do meu pau, chupava os meus bagos e quando estávamos na cama lembro ainda
que ela lambia a entrada do meu ânus. A primeira vez eu reagi como todo
cara metido a machão, mas a sensação foi tão boa
que concordei e muitas vezes pedi a outras mulheres que passassem a língua
na entrada do meu cuzinho virgem.


Mas a Sandy era única nesse ofício. Ela chupava com gosto, naquele
banheiro moderninho não dava para malabarismos sexuais, então
sem mais demoras, arranquei a saia jeans e aos poucos fui enfiando o meu pau
na bucetinha úmida da garota, ela gritava, pedia mais, pedia que eu enfiasse
até o talo. Não me fiz de rogado e comecei a bombar, só
quando estava prestes a gozar lembrei que eu estava comendo a Sandy sem camisinha.


Depois que ela foi morar no interior para cursar a faculdade de agronomia nosso
namoro acabou e ficavámos meses sem nos ver. Todo o tempo de suas férias
na capital nossa diversão foi transar nos banheiros públicos e
privados, até num banheiro de igreja a gente fodeu. Mas sem camisinha
foi só aquela vez e devo confessar que foi uma delícia...


o johnny comeu primeiro a sandy, e vc? o q está esperando? veja como
à sua direita -->
 

como comer?

muito simples, basta mandar o relato de como vc comeu uma sandy para o e-mail: comendosandy@yahoo.com.br

os textos mais criativos serão publicados.

a opção é sua se divulgamos ou não seu nome, se linkamos ou não seu site.

participem, comam a sandy!